Escovar os dentes com frequência pode diminuir o risco de diabetes?

A higiene oral pode ser um fator de risco de diabetes, sugerem novos dados provenientes de um banco de dados nacional de saúde na Coreia.

"A escovação frequente pode ser um fator atenuante para o risco de diabetesdo adulto; a doença periodontal e o maior número de dentes ausentes podem ser fatores de aumento do risco", escreveram a Dra. Yoonkyung Chang, médica do Departamento 

de Neurologia do Hospital Mokdong do Ewha Womans University College of Medicine, na Coreia do Sul, e colaboradores.

"A melhora da higiene oral pode estar associada à diminuição do risco de ocorrência de diabetes", continuaram os autores em um artigo publicado on-line em 02 de março no periódico Diabetologia.

A doença periodontal causa reações inflamatórias que atingem os tecidos em torno dos dentes. O estado inflamatório, por sua vez, é uma importante causa de diabetes ao aumentar a resistência à insulina e provocar disfunção endotelial, explicaram Dra. Yoonkyung e colaboradores.

Os pesquisadores analisaram dados de 188.013 pessoas do Sistema Nacional de Seguros de Saúde coreano – Coorte de Rastreamento da Saúde, que tinham dados completos e não tinham diabetes no início do estudo (2003 a 2006). Os hábitos de higiene oral, como a frequência de escovação dentária e as consultas ou as limpezas dos dentes feitas no dentista, foram informados pelos participantes.

Ao longo de uma mediana de acompanhamento de 10 anos foram 31.545 novos casos de diabetes, com uma prevalência total estimada em 10 anos de 16,1%. O índice foi de 17,2% para os que tinham doença periodontal ao início do estudo versus 15,8% para os que não tinham, que representou uma diferença estatisticamente significativa mesmo após os ajustes por vários fatores de confusão (razão de risco ou hazard ratio, HR, de 1,09; P < 0,001).

Em comparação com ter todos os dentes, o índice de evento do diabetes aumentou de 15,4% com a falta de um dente (HR = 1,08; P < 0,001) para 21,4% com a falta de 15 ou mais dentes (HR = 1,21; P < 0,001).

A limpeza profissional dos dentes não teve efeito significativo na análise multivariada. No entanto, o número de escovações diárias pelos participantes teve. Em comparação com escovar de 0 a 1 vez por dia, quem escovava os dentes ≥ 3 vezes por dia teve risco significativamente menor de ter diabetes (HR = 0,92; P < 0,001).

Nas análises de subgrupos, a doença periodontal foi mais fortemente associada ao diabetes de início recente entre os adultos de até 51 anos de idade (HR = 1,14) em comparação com aqueles com 52 anos de idade ou mais (HR = 1,06).

O estudo foi subsidiado por uma bolsa do programa de pesquisa em ciência básica da fundação nacional de pesquisa da Coreia, financiado pelo Ministério da Educação. Os autores informaram não ter conflitos de interesses financeiros relevantes.

Fonte: portugues.medscape.com/verartigo/6504608

Acesse nossos serviços

Contate-nos | G&A Imports Brasil
INSCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER E RECEBA NOSSOS MELHORES CONTEÚDOS!

A EMPRESA / COMPANY

SERVIÇOS / SERVICES

CONTATO / CONTACT

Atibaia/SP | Brazil

Phones: +55 11 4217-6282

              + 55 11 4413-0441

contato@gaimportsbrasil.com.br

G e A Imports Brasil - Portuguese version
G e A Imports Brasil - English version